“És um torrão adorado por todos os seus filhos”, diz idoso que criou 9 filhos em Areia

Sou Hélio Martins de Lima, nascido no dia 23 de setembro de 1919. Filho de Belízio Martins de Lima e Josefa Martins de Lima.

Aos 6 anos de idade, toda família foi morar em Parelhas – RN, pois o meu pai foi acometido de impaludismo e, por recomendação médica, o clima era mais propício para a recuperação do mesmo. Lá moramos de 1925 até 1943, quando fizemos o caminho de volta para Areia – PB.

Em 1940 fui à vizinha cidade de Acarari – RN, trabalhar numa alfaiataria, costurar paletós para a festa da padroeira. Lá conheci minha esposa, Sara Medeiros Lima, e exatamente 1 ano depois nos casamos em 20 de agosto de 1941. Tivemos 9 filhos: Ely, Edilson, Elmaci, Elma, Edson, Hermes (In Memorian), Elci, Ednaldo e Evaldo. Alguns destes filhos nasceram em Acari e outros nasceram em Areia – PB, para onde retornei em 1948, lugar onde resido até os dias atuais.

Aqui chegando, trabalhei na alfaiataria Santos. Já em 1954 assumi na Prefeitura Municipal de Areia a função de Tributarista, enquanto minha esposa trabalhou na UFPB Campus II, sendo agente administradora.

Hoje tenho 24 netos, 29 bisnetos e 2 tataranetos, além de outros a caminhos.

Quanto às mudanças na cidade, elas são perceptíveis.

Sinto falta da Usina Sª Maria (extinta), da Fábrica Aeronópolis e dos engenhos de rapadura.

Hoje vejo que muita coisa mudou. Melhorou o poder aquisitivo das pessoas que aqui residem. O que nos falta é conscientizar os jovens a cuidar do patrimônio público e a gestão pública, pois só assim poderemos impulsionar o desenvolvimento e a estabilidade dos areienses.

A – Altaneira

R – Respeitosa

E – Experiente

I – Ilustre

A – Alegre

 

És um torrão adorado por todos os seus filhos.

 

Hélio Martins de Lima.