Audiência no distrito da Usina Santa Maria discute problemas ambientais e infestação do Aedes aegypti

Foto: Decom/PMA

O Prefeito de Areia, João Francisco, e os Secretários Municipais de Saúde, Agricultura e Infraestrutura, além do Coordenador de Vigilância Sanitária, estiveram reunidos na tarde desta quarta feira, 6, no Clube da Usina Santa Maria, com representantes do Ministério Público, Polícia Ambiental, SUDEMA, e representantes de assentamentos rurais da cidade para discutir sobre a poluição ambiental no distrito da Usina. A reunião teve como objetivo debater com os moradores o problema de saúde pública relacionado à infestação do mosquito Aedes aegypti na localidade.

Durante a reunião, foram apresentados os resultados de uma ação de combate aos focos do mosquito e conscientização sobre prevenção com os moradores do distrito na parte central de Santa Maria, como também na Vila do Anjo e na Vila do Caroço. Também foi comentado sobre a promoção de políticas públicas para se promover a educação ambiental na comunidade e nas escolas do município.

Para o Promotor de Justiça da Comarca de Areia, Dr. Newton Chagas, todos têm o direito de desfrutar do que a natureza pode  oferecer, mas de modo que isso possa ser preservado para as futuras gerações. “Resolvemos fazer uma audiência pública para podermos tratar do assunto e orientar a população, principalmente da responsabilidade que eles têm sobre o meio ambiente e buscarmos uma solução para o problema que vinha acontecendo. Por isso, vejo esse momento como positivo, pois acredito muito no diálogo e usamos dele para orientar essa comunidade acerca do problema que o distrito de Santa Maria vem enfrentando”, disse.

A Secretária de Saúde de Areia, Tatianne Elli, entende que essa problemática trouxe vários problemas ambientais e, consequentemente, sérios danos à saúde da coletividade. “Nós, enquanto Secretaria de Saúde, estamos preocupados com o coletivo. Essa audiência tem o intuito de montarmos um diálogo para que possamos encontrar soluções para esse problema. Assim, poderemos conservar o meio ambiente e ter uma boa qualidade de vida”, disse.

Para o Prefeito, João Francisco, o momento serviu como advertência para sensibilizar e educar a população para ações de conscientização ambiental. “Todos nós somos responsáveis por tudo aquilo que produzimos. A responsabilidade do lixo é de cada um de nós. Precisamos caminhar juntos em busca de soluções para a questão ambiental e de saúde”, pontuou.

A Secretaria de Saúde de Areia já vem realizando ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. No início do ano, um carro “fumacê”, que pulveriza inseticida e mata as larvas do mosquito, circulou pelas ruas do município para evitar a infestação do mosquito e o aumento de doenças provocadas por ele, como dengue, zika, chikungunya e febre amarela, além da Síndrome Congênita do Vírus Zika, que provoca a microcefalia e outras deformações nos bebês. Também está sendo realizado um cronograma de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti nos distritos da cidade. O trabalho faz parte do quinto ciclo de combate ao Aedes e também foi realizado na zona urbana.